fbpx

Métodos para tratamento de postura e dor

Método Busquet

Busquet baseia seu raciocínio em 7 cadeias fisiológicas. Estas cadeias traçam linhas retas e oblíquas continuas, que ligam as partes do corpo dos pés à cabeça.

Uma avaliação postural detalhada coloca em evidência o comportamento destas 7 cadeias, e está baseada no princípio de que o corpo assume a postura de acordo com a posição capaz de lhe trazer conforto.

É através da avaliação postural que evidencia-se a causa do problema.

As técnicas utilizadas para o tratamento são baseadas em terapia manual, e tem o objetivo de liberar as tensões ao longo das cadeias fisiológicas.

Como consequência temos melhora de dores e da postura, permitindo que o corpo recupere sua liberdade de movimento.

Atuo integrando ao método Busquet outras metodologias, de acordo com a necessidade específica de cada paciente.

São elas: Osteopatia, Método Stecco, Dry Needling/Agulhamento Seco, Manipulação Neuromeningea, Terapia Crânio Sacral e Termografia.

Método Stecco

Ele mapeou pontos miofasciais que se organizam de forma a controlar os movimentos musculares e articulares.

A fáscia muscular profunda pode sofrer um processo denominado densificação, onde há aumento da concentração de ácido hialurônico entre as suas camadas. Ela dificulta o deslizamento entre as camadas da fáscia, ricamente inervada, podendo gerar dores de origem e características miofasciais, além de disfunções de movimento e sobrecarga muscular e articular.

O tratamento consiste em identificar qual sequência de pontos em densificação estão gerando os sintomas, e então tratá-los através de terapia manual.

Atuo integrando ao método Stecco outras metodologias, de acordo com a necessidade específica de cada paciente.

São elas: Método Busquet, Osteopatia, Dry Needling/Agulhamento Seco, Manipulação Neuromeningea, Terapia Crânio Sacral e Termografia.

Terapia Crânio Sacral

O sistema craniossacral é constituído por membranas que envolvem o sistema nervoso central (SNC) e pelo líquido contido entre as membranas e o SNC.

Este sistema se estende da cabeça até o sacro, passando por toda a coluna.

O objetivo é reequilibrar as pressões do sistema, através de técnicas manuais suaves.

Como estas membranas envolvem todo o sistema nervoso central, e este envia ramificações nervosas para todas as estruturas corporais, os efeitos da técnica irão repercutir em múltiplos sistemas corporais.

O protocolo pode ser utilizado para aliviar dores na coluna agudas ou crônicas e outros sintomas como dores de cabeça, estresse e dores em outras regiões corporais.

Atuo integrando ao protocolo de terapia crânio sacral outras metodologias, de acordo com a necessidade específica de cada paciente.

São elas: Osteopatia, Método Busquet, Método Stecco, Dry Needling/Agulhamento Seco, Manipulação Neuromeningea e Termografia.

Manipulação Neuromeningea

Através da manipulação do sistema neuromeningeo podemos estimular o funcionamento, tanto dos nervos cranianos quanto dos nervos periféricos.

Estes nervos irão suprir ossos e músculos da face, cabeça, pescoço, coluna torácica e lombar, ombros e braços, pernas e pés. Alguns nervos também possuem função sobre o funcionamento do aparelho digestivo e sistema de controle do estresse (sistema nervoso autônomo).

Portanto, a manipulação neuromeningea será eficaz em tanto em casos de dores periféricas de origem neural, quanto em dores que tenham sua origem na coluna e sistema nervoso central.

A técnica também tem efeito sobre o funcionamento digestivo e visceral, devido sua ação regulatória sobre nervos com função autonômica importante, como o nervo vago.

Atuo integrando a manipulação neuromeningea a outras metodologias, de acordo com a necessidade específica de cada paciente.

São elas: Osteopatia, Método Busquet, Método Stecco, Dry Needling/Agulhamento Seco, Terapia Crânio Sacral e Termografia.

Dry Needling/ Agulhamento Seco

Estes estão associados à sintomas como: dores musculoesqueléticas, fraqueza muscular, irritabilidade local e incoordenação motora do músculo afetado.

Esta técnica gera um reflexo de contração repentina e involuntária do músculo tenso que faz com que o mesmo relaxe.

As agulhas também podem ser inseridas na região da coluna, de onde sai a inervação para a musculatura dolorosa, alcançando assim o relaxamento a distância, através do reequilíbrio da sua inervação.

Os ponto gatilhos musculares podem ser identificados através da termografia e da palpacao local.

Um ponto gatilho ativo dói sozinho e gera dor a distância. Já um ponto gatilho latente, só gera dor se for palpado. A técnica induz à regeneração e remodelação dos tecidos, que ocorre em até 7 a 10 dias.

Atuo integrando a técnica de Dry Needling a outras metodologias, de acordo com a necessidade específica de cada paciente.

São elas: Osteopatia, Método Busquet, Método Stecco, Manipulação Neuromeningea, Terapia Crânio Sacral e Termografia.