fbpx

Diafragma: O músculo da respiração

  • 19 de junho de 2019
  • por: Dr.ª Thaysa Greve

O diafragma é o músculo da respiração. Ele é o responsável por alterar as pressões internas torácica e abdominal durante a entrada e saída de ar.
Durante a inspiração, ele desce e pressiona sobre as vísceras abdominais, aumentando a pressão abdominal e diminuindo a pressão torácica, o que possibilita a entrada de ar pelos pulmões.
Durante a expiração, ele sobe, retornando à sua posição de repouso, e voltando as pressões abdominal e torácica para seu tônus basal, o que permite que o ar saia dos pulmões.
Esta alteração constante de pressões, além da importância para a respiração, também realiza um “bombeamento “ sobre as vísceras abdominais, melhorando sua vascularização e estimulando seu funcionamento.
É também através do diafragma que o esôfago, assim como nervos e vasos sanguíneos essenciais para o funcionamento adequado de todo corpo, adentram a cavidade abdominal.
O diafragma está conectado, através de fáscia e ligamentos, com órgãos e vísceras como fígado, estômago, duodeno, coração, pulmão e intestino, influenciando no funcionamento dos mesmos.
Conecta-se ainda a estrutura muscular e óssea através das costelas, osso esterno, coluna e músculos importantes para a saúde vertebral.
Devido às suas inúmeras conexões, uma disfunção do músculo diafragma gera reações em cadeia que poderão repercutir sobre todo o corpo, afetando vascularização, funcionamento de vísceras e órgãos importantes e mecânica articular e muscular, principalmente da coluna vertebral.
O diafragma também pode ser o elo de transmissão de tensões em cadeia, onde uma disfunção gera uma sequência de alterações e compensações que são transmitidas ao longo do corpo, gerando dor à distância de sua causa.
Através de técnicas manuais suaves e específicas é possível normalizar o tônus deste músculo tão importante, auxiliando e influenciando no funcionamento de muitas outras estruturas do nosso corpo.

Dra Thaysa Ferreira Greve
Fisioterapeuta
Crefito 120328