fbpx

Hérnia de Disco

  • 24 de fevereiro de 2019
  • por: Dr.ª Thaysa Greve

O que é hérnia de disco?
A hérnia de disco é um problema musculoesquelético e significa que o material gelatinoso contido no interior do disco intervertebral se deslocou para fora do mesmo, em decorrência da ruptura das fibras que o rodeiam.
É um problema extremamente comum em adultos, ocorrendo mais frequentemente entre 30 e 50 anos.
O próprio processo natural de envelhecimento pode gerar a herniacao, e muito se tem discutido no meio científico a respeito da causa da dor, visto que muitas cirurgias são realizadas, mas a dor continua persistindo em muitos casos. Assim como o tratamento fisioterapêutico adequado (e de qualidade) permite que o paciente viva sem dor, mas a hérnia continua existindo.

O que gera a dor?
Sabe-se que a hérnia de disco sozinha não é responsável pela dor. O que gera a dor é a compressão dos nervos e estruturas ao redor pela inflamação local.

Tratamento:
Por muitos anos o repouso foi a medida terapêutica indicada nestes casos, mas não há estudos científicos mostrando benefícios nesta prática. Ao contrário, alguns estudos atuais tem sugerido que manter algum grau de atividade, desde que gere alívio e não piore a dor, é benéfico para o paciente a curto e longo prazo.
Segundo Negrelli (2001), um estudo acompanhou pacientes tratados tratados com e sem cirurgia por 7 anos e 4 meses, para comparar resultados terapêuticos. Inicialmente, a cirurgia apresentou mais resultados. No entanto, após 6 meses não houve diferença entre o alívio de dor dos pacientes com ou sem cirurgia.
Há ainda casos relatados de reabsorção completa da hérnia discal, ocorridos de forma natural.
Outros estudos mostram que a cirurgia de artrodese pode predispor a novas hérnias discais acima ou abaixo do nível da cirurgia.
Para a maior parte dos casos de dor na coluna, hérnia de disco, dor ciática ou neuralgia cervicobraquial (dor no pescoço descendo para o braço e que muitas vezes ocorre devido à uma hérnia de disco cervical), há tratamento conservador de qualidade.
Estes podem permitir ao paciente viver sem dor, e com a liberdade necessária para executar as atividades da sua rotina.
Informe-se com um fisioterapeuta qualificado!

Prevenção:
Como forma de prevenção é importante realizar atividade física regularmente, pois ela mantém a musculatura resiliente para se adaptar às demandas do cotidiano. Além disso, também estimula um efeito de bombeamento sobre o disco intervertebral. Este faz com que o disco se encha de água e se esvazie, como uma esponja, estimulando a renovação do líquido contido no seu interior.
Beber a quantidade adequada de água no dia a dia também é importante, pois é esta água que estará disponível para o efeito de bombeamento.

Dra Thaysa Greve
Fisioterapeuta
Crefito 3/120328

Referências: Negrelli, W.F; Hérnia discal:procedimentos de tratamento; Acta ortopédica brasileira 9(4)-out/dez, 2001.