fbpx

Causas da enxaqueca

  • 5 de março de 2020
  • por: Dr.ª Thaysa Greve

A enxaqueca, que também recebe o nome de migrânea, atualmente é considerada uma doença neurológica que se origina no sistema nervoso, com influências genéticas.

As suas causas não são completamente esclarecidas. No entanto, sabe-se da relação de alguns fatores com este tipo de dor:

Vasos sanguíneos

Momentos antes da crise, especialmente se houver “aura” (sinais de que a dor terá início), ocorre diminuição do fluxo sanguíneo. Já no momento em que a pessoa está experimentando as dores, ocorre aumento do fluxo de sangue.

Nervos

Alguns gânglios de nervos específicos, que se localizam na cabeça, na coluna cervical alta e na face exercem influência na crise e no controle da dor.

Inflamação

Durante a fase dolorosa ocorre inflamação do sistema nervoso, especialmente das meninges e vasos sanguíneos.

Serotonina

Acredito que você já deve ter ouvido sobre os benefícios desta substância na saúde de forma geral, e ela parece estar envolvida também com a enxaqueca.

A serotonina é um dos motivos pelos quais estresse e alimentação podem engatilhar o início da dor.

Observação importante: grande parte da serotonina é produzida no trato gastrointestinal, a partir do triptofano que provém da nossa alimentação!

Genética

A alteração genética de uma região específica do cérebro torna o sistema nervoso central super sensível a estímulos que podem engatilhar dor.

Importante frisar aqui que dizer que tem influência genética NÃO significa que não há melhora com o tratamento adequado.

Essa informação fez sentido para você? Então compartilhe em suas redes sociais e continue acompanhando meu trabalho através do  Instagram e Facebook também. 

 

Dra Thaysa Greve

Fisioterapeuta

Crefito 3/120328