fbpx

Nem toda dor é inflamação

  • 29 de maio de 2020
  • por: Dr.ª Thaysa Greve

Recebo muitos pacientes no consultório que ao primeiro sinal de dor já pensam em tomar um anti-inflamatório, e algumas vezes tomam insistentemente sem nenhum sinal de melhora pensando que “se tomar mais vai fazer mais efeito”.

Mas nem toda dor é sinal de inflamação, e é por isso que tem dor que não melhora com anti-inflamatórios (e também uma das razões pelas quais os médicos pedem para que os pacientes não se automediquem).

Algumas dores na perna ou braço, por exemplo, ocorrem em virtude de problemas MECÂNICOS na coluna e, nestes casos, os anti-inflamatórios não irão ajudar muito.

Se a dor só aparece durante o movimento e alivia totalmente sentado ou deitado será pouco provável que este tipo de medicamento ofereça o alívio esperado.

Estes sintomas normalmente advém de problemas MECÂNICOS, ou seja, alterações de micromovimentos em alguma parte do corpo, como em uma região específica da coluna por exemplo.

Para tratar alterações de movimento não adianta se entupir de anti-inflamatórios. É preciso corrigir a movimentação do local em questão, e o tratamento para isso é através de avaliação e tratamento fisioterapêutico adequado.

Essa informação fez sentido para você? Então compartilhe em suas redes sociais e continue acompanhando meu trabalho através do  Instagram e Facebook também. 

 

Dra Thaysa Greve
Fisioterapeuta
Crefito 3/120328